O que muda na nova regra do rotativo do cartão de crédito? Para você nada!

O que muda na nova regra do rotativo do cartão de crédito? Para você nada

As notícias sobre nova regra do rotativo do cartão de crédito vêm aparecendo desde o começo de 2017 e a partir do dia 03 do mês de abril que a regra passou a valer. Mas o que isso muda na sua vida? Absolutamente nada.

Vou explicar porque não muda nada para você, mas antes quero te mostrar como era e como ficou. Vamos lá?

Regra antiga do rotativo do cartão de crédito

O rotativo do cartão de crédito nada mais era do que um crédito emergencial para as pessoas que não pagavam o valor integral de sua fatura na data do vencimento.

O usuário do cartão de crédito que utilizava esse recurso, pagava para o banco emissor uma taxa simbólica de 584,46% ao ano, ou seja, 15,85% ao mês.

Vamos entender o motivo do Brasil ser um país de endividados? Para isso vou contar a história fictícia para exemplificar um problema frequente com o rotativo do cartão de crédito.

O rapaz começa a namorar e quer impressionar a garota. Como seu salário mal dá para pagar as contas, ele decide desbloquear o cartão de crédito que o banco lhe enviou e comprar um presente para sua namorada no valor de R$ 1.000,00.

Ótimo, sua autoestima subiu e a garota está encantada pelo rapaz. O problema é que chegou no dia de pagar a fatura e ele não tinha todo o valor, na realidade ele não tinha nada, mas deu um jeitinho brasileiro e conseguiu pagar o mínimo da fatura, ou seja, 15%.

Veja o que acontece nos próximos capítulos:

O que muda na nova regra do rotativo do cartão de crédito? Para você nada

Olhando para os números acima é possível que você tome um susto, pois ele pagou R$ 150 reais e só amortizou R$ 51,28 da sua dívida com o cartão de crédito. Veja quanto ficou a sua dívida depois de seis meses.

Vamos considerar que o garoto sortudo, que conquistou a garota, não continue gastando com seu maravilhoso cartão de crédito (não quero falir o rapaz do exemplo tão rápido) e continue pagando o valor mínimo. Em quanto tempo ele pagaria a dívida?

O que muda na nova regra do rotativo do cartão de crédito? Para você nada

Podemos observar que seria necessário mais de um ano e quatro meses para terminar essa dívida se continuar utilizando o rotativo do cartão de crédito. Na ilustração acima também mostra o tempo para pagar a fatura caso escolha outras formas de pagamento, o crédito consignado pode ser uma boa opção.

Somando todos os pagamentos que foram efetuados neste exemplo temos um valor de R$ 1.428,80 conforme ilustração abaixo:

O que muda na nova regra do rotativo do cartão de crédito? Para você nada

Como isso é possível? Você acabou de desvendar a mágica dos juros compostos!

Essa história que acabei de contar acontece todos os dias na vida de milhares de brasileiros, e o Banco Central do Brasil mudou as regras para tentar reduzir a inadimplência e o grande endividamento ocasionado pelos juros altíssimos praticados no rotativo do cartão de crédito no Brasil.

Não se anime, as taxas reduziram muito pouco, vou explicar com mais detalhes no próximo tópico. Vamos ver como ficou a nova regra do rotativo do cartão de crédito?

Regra nova do rotativo do cartão de crédito

Na nova regra do rotativo do cartão de crédito, o cliente pode efetuar o pagamento mínimo da fatura apenas uma vez, no próximo é preciso pagar o valor integral.

Se o cliente não tem o dinheiro disponível para pagamento total e ele já realizou um pagamento mínimo no mês anterior, o banco emissor do cartão de crédito oferece uma linha de crédito para o parcelamento da fatura.

A expectativa do governo é que a taxa de juros caia pela metade, mas isso não quer dizer que ficou atrativa, algumas instituições estão praticando taxa de 9% ao mês para parcelar fatura de cartão de crédito.

O que muda na nova regra do rotativo do cartão de crédito? Para você nada

Sabendo disso, se acontecer essa fatalidade com você, sugiro que vá até o banco e veja quais as linhas de créditos que você pode utilizar para parcelar a sua fatura, as opções de crédito consignado e crédito com garantia de veículo são as que possui taxas mais atrativas.

O próprio Banco Central do Brasil alerta para o cliente efetuar uma pesquisa antes de contratar qualquer empréstimo, veja na ilustração abaixo:

O que muda na nova regra do rotativo do cartão de crédito? Para você nada

Outro ponto muito importante que temos que levar em consideração é que o cliente que efetua o parcelamento de sua fatura não perde o direito de continuar utilizando o cartão de crédito, isso significa que é preciso ter muita responsabilidade para não entrar em dívidas maiores.

Em casos mais graves em que o cliente não tem condições de pagar a fatura e nem o parcelamento oferecido pelo banco, é necessário fazer uma renegociação de dívida. Neste caso as taxas são mais baixas e todos os cartões são cancelados automaticamente.

Por que nada muda para você?

Sabe porque todas essas notícias relativas às novas regras do rotativo do cartão de crédito são irrelevantes para você? Pois isso é para quem não sabe utilizar o cartão de crédito adequadamente.

Quem assina o Blog Investir & Ganhar Dinheiro gratuitamente não fica de fora das melhores dicas para utilizar o seu cartão de crédito de forma inteligente, se você ainda não se inscreveu não deixe para depois, cadastre seu e-mail abaixo:









Com um cartão de crédito em mãos todo cuidado é pouco. Ele pode ser o seu maior amigo ou seu o seu maior inimigo, as dívidas com cartão de crédito aumentam em uma velocidade muito alta.

Se você gasta demais ou ainda não tem um controle financeiro adequado, não quebre o seu cartão de crédito, mas deixe ele de lado por algum tempo até aprender como utiliza-lo da melhor forma.

A melhor forma para utilizar o cartão de crédito merece um artigo completo, mas a dica matadora é que você tenha o dinheiro disponível para depois gastar no seu cartão de crédito.

Isso mesmo, em vez de comprar à vista, você guarda ou investe o dinheiro e paga todas as suas despesas com o cartão, fazendo isso você acumula milhas e tem até 40 dias para pagar a sua fatura, esse prazo pode gerar algum rendimento no Tesouro Direto.

Se o assunto é ainda é novo e confuso para você, sugiro que leia o artigo que escrevemos sobre o Tesouro Direto para aprender a fazer o seu dinheiro trabalhar para você, sem nenhum esforço adicional. Clique aqui!

Entendeu porque a nova regra do rotativo do cartão de crédito é irrelevante para você? A sacada é que você não deve considerar o rotativo como uma hipótese, esqueça que existe essa modalidade e passe a utilizar o seu cartão de crédito de forma inteligente financeiramente.

Restou alguma dúvida? Ou se você gostou do artigo, deixe seu comentário e compartilhe com aquele seu amigo que está precisando de um empurrãozinho para melhorar a sua vida financeira.

Grande abraço!

Obtenha a sua independência financeira! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *